2009-12-08

"Bandeiradas"

No dia 25 de Abril de 2006 o Observando OHP efectuou críticas contundentes ao Executivo Municipal por não ter, deliberadamente ou não, promovido o hastear da Bandeira Nacional nos Paços do Município no dia que, em Portugal, se comemora a Liberdade.

Muita tinta correu, na altura, por blogues, jornais, on-line´s, sendo inclusive objecto de duras críticas em Assembleia Municipal. A crítica foi generalizada e surtiu efeito – não houve repetição de tal facto. Desde esse dia fiquei com a sensação de que todos estaríamos irmanados pelo mesmo pensamento: A Bandeira Nacional representa o orgulho de sermos portugueses.

Tivemos entretanto eleições e um novo Executivo tomou posse. Desde essa altura tivemos, pelo menos, duas datas em que, por legislação, se impõe o hastear da Bandeira Nacional nos edifícios públicos – o 1º de Dezembro e o dia de hoje, 8 de Dezembro, também feriado. Das duas vezes o actual Executivo falhou redondamente, neste item. Ou seja, pura e simplesmente não cumpriu a Lei! Dirão os indefectíveis apoiantes do Executivo que foi esquecimento. Dirão os que não são apoiantes que não está bem e que deveriam ter mais cuidado. Dirão os da oposição que é incompetência ou incapacidade de governar.

O certo é que este Executivo tomou posse há pouco mais de um mês e não terá necessidade de ir alterado, negativamente e com coisas de tão pequena monta, o estado de graça em que actualmente se encontra. Todos nós, diariamente e nos mais diversos serviços, nos defrontamos com este tipo de falta de empenho, de brio, de preocupação com a qualidade e com o dever. Diariamente sofremos com a falta de profissionalismo de outros “contínuos” a quem ninguém incutiu valores, ensinou as mais elementares tarefas, controlou o desempenho ou responsabilizou pelo desleixo.

E todos nós somos de tal forma submetidos a banhos de incompetência, que deixamos de saber quais são as regras com que temos de conviver e quais as leis que temos de respeitar e promover. Depois de não ver, duas vezes seguidas, a Bandeira Nacional hasteada no Município, entendo que este fenómeno é grave: começando a assumir a falta de profissionalismo e o desleixo como o normal, começa a não haver retorno na espiral da incompetência.

Não foi certamente para isto que os Oliveirenses, a 11 de Outubro de 2009, quiseram mudar. Será necessário exigir mais cuidado, brio, profissionalismo e empenho ao actual Executivo Municipal?! Eu gostaria de poder dizer, brevemente: não será necessário!

2009-11-02

Nova vida...

O novo Presidente da Câmara de Oliveira do Hospital

José Carlos Alexandrino



O novo Presidente da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital

António Lopes

2009-10-22

Paga-se ou não ?


O parque de estacionamento subterrâneo do Largo Ribeiro do Amaral já tem máquina de cobrança/pagamento (já lá está, ao lado das escadas, e é toda gira e cheia de luzes). Será que é ainda na gestão Mário Alves que o povinho vai começar a pagar para estacionar ou será que o odioso pagamento irá ocorrer já pelas mãos de José Carlos Alexandrino?

Uma coisa parece ser certa. Se com o estacionamento à borla o parque não consegue ficar lotado, com pagamento ainda vai ser mais difícil. Vai ficar cara, a maquineta...

Ministra do Ambiente

Nascida em Oliveira do Hospital em 1953, concluiu a licenciatura em Engenharia Química – Ramo de Tecnologia em 1976 no Instituto Superior Técnico de Lisboa e a Especialização em Engenharia Sanitária em 1982 na Universidade Nova de Lisboa. Iniciou a sua actividade profissional como assistente de Química e Métodos Instrumentais de Análise no Instituto Politécnico da Covilhã.

Em 1977 ingressou como técnica superior na Direcção Geral dos Recursos e Aproveitamentos Hidráulicos, onde desempenhou funções de controlo das descargas de águas residuais industriais.

Em 1986 transitou para a Direcção Geral da Qualidade do Ambiente, onde desenvolveu actividade no âmbito da aplicação do normativo comunitário no domínio do Ambiente, designadamente no combate à poluição marítima e no controlo das substâncias perigosas no meio aquático.

Integrou o grupo de trabalho nomeado para a elaboração da primeira lei nacional da qualidade da água, o Decreto-Lei 74/90.

Em 1990 foi nomeada Chefe de Divisão de Resíduos na Direcção Geral da Qualidade do Ambiente. Em 1993 foi nomeada Directora do Serviço de Resíduos e Reciclagem da Direcção Geral do Ambiente.

Em 1997, com a criação do Instituto dos Resíduos, foi designada Directora do Departamento de Planeamento e Assuntos Internacionais daquele instituto.

Em 2000 assumiu as funções de Presidente do Instituto dos Resíduos. Desde 1990 ligada à área dos resíduos, participou na discussão das directivas de resíduos, sendo membro de vários comités presididos pela Comissão da União Europeia e participou na elaboração e coordenação da implementação de toda a legislação nacional relativa a resíduos.

Foi membro dos grupos de trabalho que elaboraram o Plano Nacional de Resíduos e mais tarde os Planos Estratégicos para a Gestão dos Resíduos Industriais e Hospitalares.

Participou na elaboração da legislação de resíduos para o Território de Macau. Desde Março de 2003 é vogal do Conselho Directivo do Instituto Regulador de Águas e Resíduos.

2009-09-29

Resultados Eleitorais

RESULTADOS DAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS 2009
CONCELHO






RESULTADOS DAS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS 2009
FREGUESIA DE OLIVEIRA DO HOSPITAL







2009-09-11

Adjudicações & Eleições

Clique aqui para aumentar, sff


As betuminosas foram relegadas para 2º plano. As prioridades deste mês, nas adjudicações camarárias, foram a aquisição de mobiliário para o Café do Largo Ribeiro do Amaral, as Animações & Espectáculos.

Foram ainda lançados mais dois trunfos eleitorais, o Polidesportivo do Seixo da Beira (cerca de 93.000 €) e o Boletim Municipal. Este último teve o custo singelo de 10.350,40 €.

Ao todo lá foram mais de 250.000 € gastos em obras estruturantes. Por estruturantes leia-se a manutenção da estrutura actual do executivo camarário.



2009-09-01

Auto-Estradas "virtuais"


No cumprimento do estabelecido no Contrato de Concessão celebrado entre o Estado Português e a EP-Estradas de Portugal, S.A em 23 de Novembro de 2007 (que estipula a necessidade de anualmente se identificarem os investimentos rodoviários mais necessários), o Governo identificou, através de um Despacho datado de 28 de Agosto, quatro novos empreendimentos rodoviários prioritários – Concessão Serra da Estrela, Concessão Vouga, Concessão Tejo Internacional e Concessão Ribatejo – que serão lançados pela EP – Estradas de Portugal, SA (EP), em regime de parceria público-privada, até ao final do primeiro semestre de 2010.

A Concessão Serra da Estrela integra os seguintes itinerários:

Itinerário Complementar (IC6), entre Tábua e Covilhã (IP2/A23);

IC7, entre Oliveira do Hospital (IC6) e Fornos de Algodres (IP5/A25);

IC37, entre Viseu (IP5/A25) e Seia (IC7);
Estrada Nacional (EN) 231, troço em serviço entre Seia (IC7) e Trigais (IC6);
EN232, troço em serviço entre Mangualde (IC12) e Belmonte;
Estrada Regional (ER) 338, troço em serviço entre Vide (IC6) e Manteigas (entroncamento da EN232);
ER339, troço em serviço entre Seia e Lagoa Comprida e entre Nave e Covilhã;
EN345, Ligação de Belmonte ao IP/A23.

2009-08-23

CÂMARA+IPC+ESTGOH+QREN = ZERO

A noticia veiculada pelo jornal on-line Correio da Beira Serra e em que o novo presidente do IPC, Rui Antunes, salienta que a candidatura submetida ao QREN, com vista a obter financiamento para a construção das novas instalações da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital no antigo Centro de Negócios da Acibeira, em Lagares da Beira, não seria da responsabilidade do IPC, uma vez que a entidade promotora foi a Câmara Municipal é estranha e, se calhar, não será 100 % correcta, a julgar pela newsletter nº 13/2008, do IPC. É que, segundo "reza" a dita newsletter foi efectuada, em parceria com o IPC, candidatura para as novas instalações da ESTGOH.
E esta, hei ?!

2009-08-22

Inaugurações


Com toda a pompa e circunstância (incluindo comes e bebes gratuitos), foi hoje realizada a inauguração da requalificação do Largo Ribeiro do Amaral e Jardim Dr. João de Oliveira Mano. Foi também efectuado o descerramento do busto do Dr. João de Oliveira Mano. Foi ainda efectuada a inauguração da III Mostra de Sabores e Artesanato e da I Feira Automóvel da Beira Serra. Estiveram presentes as “forças vivas”, da situação e da oposição. Discursos de auto-elogio e de vanglória pela obra feita também não faltaram.

Pese embora o custo orçamentado para a obra – cerca de 2,4 milhões de euros, ou seja, qualquer coisa como 480 mil contos (!) – eu sou daqueles que para além de gostar da obra agora inaugurada também acho que ela era necessária e premente. Já não concordo minimamente com a colocação do bunker para estacionamento (agora convenientemente gratuito e algum dia será a pagar) no meio do Jardim dado que para além de não resolver problema algum de estacionamento é o maior responsável pelo elevado custo da obra – mais ainda quando no parque de estacionamento contíguo à Câmara Municipal daria para efectuar um silo com o triplo da capacidade, a metade do custo. Esta é, sem qualquer tipo de dúvida, a “obra do regime” e por ela também este executivo camarário de Mário Alves será "julgado".

Ah, já me esquecia, é por demais evidente que o custo final da obra irá ultrapassar, em muitos euros, o que inicialmente foi orçamentado. Lá se vai a GESTÃO CRITERIOSA (de mercearia, diria eu).

INICIALMENTE ERA ASSIM, O LARGO RIBEIRO DO AMARAL

2009-08-20

Encerra em Setembro

O primeiro parque de campismo para naturistas/nudistas – a Quinta das Oliveiras, em Oliveira do Hospital – vai encerrar em Setembro devido a questões burocráticas. Os proprietários, um casal de holandeses, estão "saturados" com as exigências da lei sobre estes empreendimentos. Sete anos depois de ter sido criado, o parque vai encerrar. "É um processo muito complexo. É melhor fechar ", disse ontem ao CM o proprietário, Siets Bijker. Entre outras exigências, o empresário foi obrigado a vedar o espaço com muros e a criar balneários individuais, "o que feria o projecto de morte", explicou a advogada do empresário.

In Correio da Manhã, 20 de Agosto de 2009

2009-08-19

Neverland OHP

"A Terra do Nunca”, sabemos, é aquela região entre o nada e o faz–de-conta, onde transitam fadas, duendes, humanos e uma mão cheia de personagens que fazem a alegria da rapaziada. Lá, tudo é possível, inclusive o impossível. Imagine–se o fantástico, o inacreditável, o assombroso - lá é possível. Na verdade, o quotidiano na “terra do nunca” é o improvável.

Nós, por cá, também temos a nossa dose de Neverland.
Lá, existe um pirata terrível, ignóbil, trapaceiro e maneta - Capitão Gancho – por cá, existe um que muita gente considera semelhante.
Lá existe um bando de piratas, por cá uma quadrilha quase legalizada.
Lá existe um jacaré indigesto, obcecado por comer mais um pedaço do Capitão Gancho e que tenta não lhe dar a minima trégua, sempre no seu encalço, sorrateira e silenciosamente, mas carregando doses enormes de incompetência e fazendo com que a tarefa de o apanhar e capturar se torne impossível (tal e qual como por cá).

A rapaziada, essa, vai-se divertindo e vendo a vida passar ao som de concertos, festas, foguetes, inaugurações e demais quejandos. É nesses quejandos que vamos encontrar, no dia 22-08-2209, a inauguração do Largo Ribeiro do Amaral, de mãos dadas com a III Mostra de Sabores e Artesanato e a 1ª Feira Automóvel da Beira Serra. Para os desconhecedores o Silo-Auto, de 74 lugares, será inaugurado como Stand Automóvel de diversas marcas, num misto de megalomania e provincianismo.

Por ultimo e em jeito de cereja em cima do bolo vamos ter, ainda no dia 22, o Parque do Mandanelho repleto de pessoas para verem o “arrasa-corações” Tony Carreira. Entradas a 5 € (ou mais se por acaso comprar na candonga). O povo agradece ao Município de Oliveira do Hospital que, nesta altura bem próxima das eleições, não se tem escusado a abrir os cordões à bolsa para contento das massas populares.

No meio de tudo isto isto, só há uma coisa que me intriga. O Tony Carreira tem espectáculos marcados até dia 07-10-2009, em diversos pontos do pais. Em todos os espectáculos a entrada é gratuita, menos em Oliveira do Hospital – onde custa 5 €.

NÃO SE ESQUEÇAM DE AGRADECER AO SR. MÁRIO ALVES E À SUA GESTÃO CRITERIOSA.

2009-08-15

Todos, somos poucos...

Com o lema “Oliveira do Hospital Sempre”, José Carlos Mendes apresentou a equipa de trabalho que o irá acompanhar.
A Lista de Cidadãos Independentes “Oliveira do Hospital SEMPRE” apresenta-se ao sufrágio autárquico de 11 de Outubro em 15 freguesias do concelho de Oliveira do Hospital; não foi possível apresentar listas candidatas nas restantes seis freguesias do concelho: Alvôco de Várzeas, Avô, Lajeosa, São Sebastião da Feira, Vila Franca da Beira e Vila Pouca da Beira.

Para já tem o mérito de conseguir sair na linha da frente, mesmo sem o tradicional apoio da máquina partidária. Democraticamente, votos de boa sorte e felicidades. Como alguém colocou no primeiro comentário deste blog - Todos, somos poucos...

2009-08-08

Recordando Raul Solnado

Unanimemente reconhecido como um dos maiores nomes do humor português, o actor Raul Solnado morreu às 10:50 h, aos 79 anos, na sequência da evolução de um quadro clínico Cardio-Vascular grave, informou o hospital de Santa Maria, em Lisboa.





2009-08-06

Governante vem para Secção do PS de OHP

Campeão das Províncias, 05-Agosto-2009

Paulo Campos, inscrito no PS em Lisboa, vai transferir o vínculo de militante para a Secção de Oliveira do Hospital, revelou o próprio ao “Campeão das Provinvias”.

Para o secretário de Estado das Obras Públicas, trata-se de uma atitude tomada em prol da “defesa de Coimbra”.

O governante, preterido para encabeçar a lista de candidatos socialistas a deputados à Assembleia da República pelo círculo conimbricense, rejeita a interpretação de que o gesto possa significar a obtenção de uma posição de disputa da liderança distrital do PS/Coimbra. A presidência da Federação conimbricense cabe, desde 2003, a Victor Baptista (entretanto reconduzido duas vezes, em 2006 e 2008).

O governante, cujo pai (o ex-eurodeputado António Campos) é produtor de maçã em Oliveira do Hospital, declarou ao nosso Jornal que “Coimbra pode recuperar a ambição de que já foi portadora”.

Segundo o presidente da Comissão Concelhia Oliveirense do Partido Socialista, Francisco Rolo, o ingresso de Paulo Campos naquela Secção traduz-se numa “valorização da estrutura”. Trata-se de um quadro (economista) “muito válido, jovem, determinado e com energia transbordante”, assinalou o líder partidário de âmbito concelhio. Rolo, apoiante de Mário Ruivo (opositor de Baptista por ocasião do recente duelo pela liderança distrital), escusou-se, porém, a comentar uma eventual candidatura de Campos à presidência da Federação de Coimbra do PS.

Concurso das Prioridades

E o vencedor do concurso PRIORIDADES CAMARÁRIAS do mês de Julho/09, com o "tempo" de 359.590,88 € (+ ou - 72.000 contos) é a equipa das BETUMINOSAS.

No próximo mês irá realizar-se novo concurso para ver qual a categoria vencedora das PRIORIDADES CAMARÁRIAS, neste fim de mandato.

O Observando OHP irá continuar a apostar na equipa das BETUMINOSAS, mas só porque não tem acesso aos "tempos realizados" pelas equipas dos SUBSÍDIOS, das OBRAS RELÂMPAGO e das INAUGURAÇÕES que vão existindo por esse concelho fora.



clique para aumentar, sff

2009-07-31

Sondagem Autárquicas 2009


Chegou ao fim a sondagem proposta pelo Observando OHP.

Pela votação dos nossos e-leitores destaca-se o PS como vencedor - mas sem maioria absoluta - e a derrota do PSD. Excelente a prestação da lista de Independentes. A CDU e o CDS-PP quase desaparecem do mapa.

Mais comentários acerca da Sondagem, façam o favor de os colocarem nos comentários ao Post.

Twitter, sim ou não ?

Dizem que o sucesso do mais recente fenómeno da comunicação digital reside na sua simplicidade. De facto, o Twitter parece ir no sentido de obedecer à lógica do mínimo esforço possível. Ou melhor, do mínimo de escrita possível…

Outra das características que destacam o Twitter é a sua capacidade de reflectir o momento, aquilo que está a acontecer em tempo real. É extremamente importante criar um laço e um contacto recorrente com as pessoas que nos seguem diariamente. Isso implica questioná-las sobre os conteúdos que se publicam, publicaram ou pretendem vir a publicar, sobre situações mundanas e do dia-a-dia, sobre algo que lhes interesse, ou simplesmente por cortesia. Tendo em conta que o Twitter está limitado a 140 caracteres, é importante que se seja extremamente conciso e directo nas questões.

Nós, por cá, temos pelo menos um candidato às Autárquicas 2009 que aderiu a esta recente moda. Se com isto pretender dar um exemplo de abertura da candidatura à utilização de ferramentas on-line, para suscitar a discussão de propostas e até planos políticos, então José Carlos Alexandrino esteve bem e terá certamente marcado pontos.

No entanto, situações como a que se verificam actualmente no Twitter de José Carlos Alexandrino – falta de actualização, permanentemente -, não podem e não devem ser permitidas por este ou pela sua Direcção de Campanha.

Não basta ser a favor das novas tecnologias e da sua aplicação na campanha autárquica. Também tem que se compreender a sua aplicação. Na altura de investir nas novas tecnologias ao serviço de uma campanha autárquica há que possuir uma estratégia bem definida, consertada com todos os outros pilares e com o pensamento, não em divulgar a campanha, mas de promover o debate e da participação na campanha eleitoral e, fundamentalmente, na política local.

Não se pode é pensar que as novas tecnologias devem ser implementadas, apenas e meramente, porque sim em vez de saber o quê, quando, como (de que forma), porquê e para quê. O exercício da actividade política justifica uma relação de proximidade com os eleitores, funcionando a Internet e estes novos canais de comunicação como ferramentas essenciais no suporte dessa relação.

O twitter é uma forma de expressão, transparente, fluída. A democracia é um processo contínuo da emissão de opinião. Os democratas têm que se felicitar pelas inúmeras formas de exprimir opinião que hoje nos são apresentadas e tentar tirar delas o melhor partido possível.

P.S. - Os princípios que se aplicam ao hi5 são, básicamente, os mesmos do twitter (para bom entendedor...).

2009-07-29

É PRECISO "CENTRAR" O TURISMO - II

Já dizia a minha avó que depressa e bem não faz ninguém e realmente é bem verdade. Na ânsia de desmentirem a noticia avançada hoje pelo CBS on-line os "responsáveis" pela RTC (Região de Turismo do Centro), para além de quase apagarem Vila Nova de Poiares ao alterarem o mapa, não fizeram o trabalho completo e esqueceram-se de alterarem o mapa da região e nele incluírem o concelho de Oliveira do Hospital.

Ora vejam lá como está tão giro:

www.turismodocentro.pt/coimbra



É PRECISO "CENTRAR" O TURISMO

A reposição da verdade é aqui ... no Observando OHP.

Esta é a página do Turismo Centro de Portugal relativamente ao concelho de Oliveira do Hospital (como podem ver não há lá nada – zero). A única coisa que tem de bom é que vai um dia adiantado – na Região de Turismo do Centro de Portugal já é dia 30 enquanto que por cá só são 29. Nem sei se este senhor Pedro Machado me dá vontade de rir ou de chorar.

para aumentar clique na imagem, p.f

.

Correio da Beira Serra on-line - 2009-07-29

O presidente da Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado, revelou-se há instantes indignado com o conteúdo da notícia que dava conta da ausência de qualquer referência ao concelho de Oliveira do Hospital no sítio da Internet daquela estrutura turística.

Num contacto com a redacção do correiodabeiraserra.com, o responsável disse tratar-se de uma notícia “falsa”, movida “por juízos de valor” e “questões políticas”.

Visivelmente insatisfeito, Pedro Machado apelou à “reposição da verdade”, garantindo que o concelho de Oliveira do Hospital é referenciado na “página 36” do guia das praias fluviais lançado hoje na Figueira da Foz e “consta das várias brochuras que a Turismo Centro de Portugal tem disponíveis nos vários postos de turismo”.

2009-07-28

Assembleia Municipal - PSD ?!

PSD candidata médico à Assembleia Municipal

Se é a "Guidinha da FC" que assim o diz, deve ser verdade, com toda a certeza, quem somos nós para duvidar. Admiração é constatar que a jornalista do Diário de Coimbra efectua uma peça jornalística (presumo que não seja um artigo de opinião) com o único intuito de promover o candidato (que já todos sabiam vai para um mês quem seria) de Mário Alves à Assembleia Municipal e que lhe atribua um "sem número de predicados", como que a fazer dele o "ponta de lança" que o concelho necessita. Já agora, não é estranho a jornalista fazer a afirmação e o título da "noticia" de quem será o candidato do PSD sem ouvir, primeiro, a opinião da Comissão Política local do PSD ?!

Mudando ligeiramente de assunto, não deve ser necessário ser muito inteligente para perceber porque é que o Sr. foi convidado e porque é que aceitou, ou seja, coisas há que têm que ser "pagas" mais tarde ou mais cedo e como diz o povo, uma mão lava a outra. Espero é que esta tenha sido uma decisão bem ponderada e que não haja ninguém a dar umas "valentes voltas na campa", com a tomada de posição do Dr. Zé António.

Quanto ao nome na "avenida" nem dá para comentar, de tão bacoca que é a tentativa de relacionar uma coisa com a outra. Quanto ao resto - profissionalismo, humildade, seriedade e solidariedade - também não merece sequer um comentário sério, porque certamente ninguém estaria ou estará à espera de ver como candidato a uma Assembleia Municipal alguém que não seja ou não tenha, pelo menos, estes predicados - a não ser que a Sra. Jornalista nos queira dar, por portas travessas, uma tentativa de termos comparativos com algo ou alguém.

Fica a transcrição do artigo de Margarida Prata no Diário de Coimbra - Terça-Feira, 28 de Julho 2009

É dos “segredos” mais bem guardados da candidatura de Mário Alves, mas tudo aponta que o nome do reputado cirurgião ortopedista dos Hospital dos Covões esteja já confirmado nas listas do PSD, como número um à Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital.

Natural de Penalva de Alva, José António Madeira Dias é um médico conceituado na sua especialidade, e é actualmente director clínico do Hospital da Fundação Aurélio Amaro Diniz. Conhecido não só pelo profissionalismo que coloca no exercício da medicina, Madeira Dias, é segundo algumas fontes próximas, «alguém que conhece bem o concelho e as dificuldades das suas gentes», nomeadamente na área da saúde e dos acesso aos cuidados médicos. Na sua freguesia é também conhecida a sua ligação ao associativismo, sendo um dos principais dinamizadores do Centro Sócio Cultural de Penalva de Alva. Reconhecido por tudo aquilo que o médico tem feito pela terra, o presidente da Junta de Freguesia, António Luís de Brito, decidiu homenageá-lo, em 2008, com a atribuição do seu nome a uma avenida. «Homem ilustre, de grande valor e muito simples» foi de resto como o autarca caracterizou o cirurgião penalvense, que agora se prepara, ao que apurámos, para encabeçar a lista do PSD à Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital, constituindo assim uma das surpresas da candidatura liderada por Mário Alves.

Uma lista que será conhecida já no próximo sábado, dia 1, altura marcada para a apresentação da recandidatura de Alves à presidência do município. Fontes próximas da candidatura garantiram entretanto ao nosso jornal estarem já praticamente “fechadas” as listas para as 21 freguesias, bem como à Câmara e Assembleia Municipal. «Aquilo que podemos dizer é que estão numa fase muito adiantada de elaboração», referiu a mesma fonte, sem querer ainda adiantar nomes de candidatos. Apesar de um certo “secretismo” em torno da criação das listas, tudo indica que a candidatura autárquica do PSD venha a contar com a maioria dos presidentes de Junta eleitos em 2005, à excepção do Seixo, já que Inácio Campos deverá concorrer como independente nas listas de José Carlos Mendes, e da Lajeosa, onde o actual presidente da Junta, Alberto Cadima, se passou para o PS, mas também de Aldeia das Dez, onde não vai haver lugar à recandidatura de António Dinis. No Seixo, uma das freguesias com maior peso eleitoral, o PSD prepara-se para avançar com o nome do actual presidente da Assembleia de Freguesia, Gil Santos, que foi em 2001 e 2005 o número dois e o número três, respectivamente, da lista de Inácio Campos.

Para a Câmara Municipal também não deverão existir mexidas, pelo menos nos primeiros lugares da lista, mantendo-se os nomes de Paulo Rocha, Fátima Antunes e Elsa Correia. Devido à sua idade avançada e a algumas complicações de saúde o actual presidente da Assembleia Municipal, António Simões Saraiva, poderá não fazer parte da lista, mas tudo aponta para que continue a ter um papel relevante na candidatura autárquica do PSD.

2009-07-26

Festival Tribal

Começa a ser difícil defender este tipo de "festivais"...


A GNR deteve seis pessoas e apreendeu haxixe, ecstasy e liamba durante uma operação realizada nos acessos ao Festival Tribal, em Oliveira do Hospital, um dos muitos que se realizam este Verão. Da operação resultaram 17 autos levantados a condutores, a grande maioria que conduzia com excesso de álcool no sangue.

A primeira noite do Festival Tribal, que começou na sexta- -feira e termina amanhã, foi a escolhida para que vários elementos da GNR montassem uma operação nos acessos ao festival que decorre na Quinta da Bugueira, no concelho de Oliveira do Hospital. Cerca das 00.00 de ontem 30 militares da GNR, entre elementos do grupo de protecção e socorro, equipas cinotécnicas e soldados à civil, passaram a pente fino todos os carros que se dirigiam ao festival, que ocupa uma quinta de três hectares.

A operação terminou cerca das 10.00 da manhã e no final contabilizava "seis detenções e várias doses de droga apreendida", disse ao DN o comandante da GNR de Nelas. Gonçalo Brito adiantou que "todas as detenções ocorreram por posse de droga, sendo que cinco dos detidos viram os processos reduzidos a inquérito enquanto um sexto detido foi ouvido no Tribunal de Oliveira do Hospital". A GNR apreendeu 269 gramas de haxixe, 8 de ecstasy e um grama de liamba.



DN 2009-07-26

2009-07-18

COMUNICAÇÃO - A não evolução, em OHP

Numa época em que os sinais de mediatização são cada vez mais poderosos em todo o planeta, não deixa de ser preocupamente que um Presidente de uma Câmara e uma Delegada de Saúde (só podia ser em Oliveira do Hospital) entendam que, perante um caso grave de eventual perigo de saúde pública – não utilização de água da rede pública sem prévia fervura - a melhor forma de as populações tomarem conhecimento ser através do "velhinho" boca-a-boca. Mas é também a melhor forma de se perceber porque é que este concelho tem perdido, ano após ano, oportunidades em tudo o que é área (emprego, justiça, saúde, serviços, etc, etc.). As “vistas” não alcançam muito longe e quem acaba por sofrer com todas estas arbitrariedades são as populações.

A cultura oral ou acústica, onde o meio de comunicação por excelência é a palavra oral é própria das sociedades não-alfabetizadas. E a alfabetização é, hoje, mais do que simplesmente ler e escrever. É a forma como comunicamos em sociedade.

A sociedade de informação global cresce de dia para dia. A convergência entre as telecomunicações, as redes multimédia e as tecnologias de informação e comunicação inundam-nos de novos produtos e serviços, e também de novas técnicas para conduzir os nossos negócios e comércio.

As oportunidades comerciais, sociais e profissionais surgem enquanto os novos mercados se abrem à competitividade, ao investimento e à participação. O mundo moderno está a operar uma mudança fundamental à medida que a sociedade industrial, que marcou o século XX, rapidamente dá lugar à sociedade da informação do século XXI.

Este processo dinâmico agoira mutações a todos os níveis: difusão de informação, interacção social, práticas económicas e comerciais, envolvimento político, media, educação, saúde, lazer e entretenimento.

Deixo-vos um filme que nos dá uma panorâmica sobre a evolução da comunicação e que espero, seja também visionado pelas pessoas que não entendem e não pretendem alterar a sua forma de estar e de pensar.



AVISO

Por aviso da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, todos os consumidores da Zona de Abastecimento de água da rede pública através da Zona de Abastecimento do LAGAR NOVO – não devem utilizar a água para consumo humano sem prévia fervura.

Da Zona de Abastecimento fazem parte as localidades de Oliveira do Hospital, Gavinhos de Baixo, Gavinhos de Cima, Vendas de Gavinhos, Catraia de S. Paio, São Paio de Gramaços, Gramaços, Bobadela, Penalva de Alva, Santo António do Alva, Aldeia de Nogueira, Senhor das Almas, Galizes, Santa Ovaia, Venda da Esperança, Lourosa, Vilela e Vila Pouca da Beira.

Este aviso “circula” pelos cafés, mercearias e tascas das referidas localidades e também pelas Juntas de Freguesia respectivas!!!


Do mesmo aviso ainda não foi dado conhecimento aos orgãos de comunicação social !!!!!!!!

No site do Município de Oliveira do Hospital - http://www.cm-oliveiradohospital.pt/ - nada consta !!!!!!

No site da Rádio local - www.radioboanova.com – nada consta !!!!!!!!!
O jornal Folha do Centro não tem site !!!!!!!!!!!!!!


O Correio da Beira Serra on-line - www.correiodabeiraserra.com – presta um serviço público e difunde o aviso como notícia de última hora !!!!!!!!!

Os Blog´s, para além de difundirem a mensagem, criticam a forma como ela vai sendo difundida (este Blog, pelo menos)!!!!!!!


A população faz o resto - numa de boca-a-boca !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Sem comentários (para já ...)

2009-07-11

HOME - O mundo é a nossa casa

HOME, filme da autoria do realizador francês Yann Arthus-Bertrand, é constituído por paisagens aéreas do mundo inteiro e pretende sensibilizar a opinião pública mundial sobre a necessidade de alterar modos e hábitos de vida a fim de evitar uma catástrofe ecológica planetária.

Para visionar a totalidade do filme, clique neste link, p.f. - garanto-lhe que vai adorar, é soberbo:

http://www.youtube.com/watch?v=tCVqx2b-c7U



2009-07-05

Sondagem Autárquicas 2009

Aproximam-se as eleições autárquicas e Oliveira do Hospital prepara-se, afincadamente, para mais uma luta eleitoral. Por esta altura e face às candidaturas que se perspectivam (PSD, PS, Independentes), já ninguém terá duvidas que existirão mudanças.

A mudança tem de ser de políticas e, para isso, obrigatoriamente também de políticos. Ou seja, têm de se mudar os “políticos” para que as políticas sejam diferentes. E estas (politicas) deverão ser um espaço privilegiado de resolução dos problemas das pessoas. Caso não estejamos satisfeitos com quem nos tem governado, depende de nós Mudar. Temos de dar saltos enormes na forma de pensar relativamente aos responsáveis políticos.

Os cidadãos começam a ficar desconfiados dos políticos que têm soluções para tudo ou dos que se desculpam com tudo e todos para diluírem as suas responsabilidades. A política que vai vigorar no futuro próximo terá de ser a política do realismo, da resolução de problemas. Os cidadãos têm cada vez mais consciência que a banha da cobra já não resolve o problema. A política da banha da cobra acabou.

Faltam pouco mais de três meses para que os Oliveirenses escolham um novo Executivo para nos governará durante mais quatro anos. Para que possamos ter uma visão mais consentânea com a realidade local o Observando OHP levará a efeito, até dia 19 de Julho, um inquérito sobre tendência eleitoral autárquica no concelho

.Por Oliveira, não deixe votar. Obrigado.

O futuro é hoje, agora ... já foi.

Homens da Luta - "E o povo, Pá?"

2009-06-28

4.º Desfile/Concurso de Marchas

Muito gente no Parque do Mandanelho para assistir ao 4.º Desfile/Concurso de Marchas, promovido pelo Município de Oliveira do Hospital e, este ano, com a participação das marchas infantis do Centro de Desenvolvimento de Penalva de Alva, Centro Paroquial de Seixo da Beira, Escola da Cordinha, Lagares da Beira, Vale do Alva, Galizes, Santa Ovaia e Obra Dona Josefina.

As marchas séniores estavam representadas por Avô, Galizes, Gramaços, Lagares da Beira (duas), Meruge e Nogueira do Cravo.

A Marcha de Avô, a exemplo do que aconteceu em 2008 ganhou, e é a campeã das Marchas Populares 2009.

Festivais de Verão

Sinergia em S.Gião, de 1 a 5 de Julho de 2009

Foi a ideia que em Chicago e Nova Iorque abençoou DJs como Frankie Knuckles, Larry Levan ou Ron Hardy para cruzar discos de funk, disco sound ou soul, assim dando origem ao house. Sinergia. De sons. De ideias que em Detroit possibilitaram o aparecimento do techno já nos anos de 1980. “Techno é Kraftwerk e Funkadelic num elevador”, foi a metáfora dessa sinergia proferida por Derrick May, um dos fundadores do techno. Foi também em sinergia entre músicas que pessoas de todo o mundo, em Goa, fundaram uma forma de trance utilizando o melhor de techno e house, acid e EBM ou dub. Sinergia de músicas, entre sons - o gesto que revolucionou a música electrónica moderna.

No mesmo local DJs e live acts de techno, progressive e trance actuam para uma nova forma de ouvir e dançar. Com sinergia entre sons, sinergia de ideias, sinergia de músicas.Cinco dias numa floresta, uma praia fluvial, música de qualidade, lotação limitada, uma nova cultura de música com uma só ideia: sinergia.Foi assim que tudo começou. É assim que tudo evolui.

Toda a informação disponível em:http://www.sinergia-summercamp.org/

2009-06-27

Eleições

1 - O Presidente da República anunciou que as eleições legislativas se irão realizar a 27 de Setembro. À excepção do PSD, todos os partidos se mostram agradados com a decisão.

2 - O Governo decidiu marcar a data das eleições autárquicas para o próximo dia 11 de Outubro, data que foi referida nas preferências de todos os partidos políticos que, nos termos da lei, foram previamente ouvidos sobre esta matéria. A decisão do Governo foi comunicada pelo Primeiro-Ministro ao Presidente da República em 26 de Junho, e será formalizada na próxima reunião do Conselho de Ministros.

2009-06-10

Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades

Espaço 10 de Junho da Presidência da República no mundo virtual Second Life

Num cenário em que predomina a ecologia e a harmonia com o ambiente, combinam-se elementos da nossa história e cultura com linhas arquitectónicas futuristas, recriados em 3D e Multimédia. A Ilha é envolta em espaços verdes e recriações de animais como golfinhos, baleias, pássaros, com os quais será possível interagir de várias formas.

A Ilha está organizada em 5 áreas principais: Auditório Armilar, Exposição "Portugal 12.21 Identidade", Museu da Presidência da República, Miradouro da Poesia e Espaço "Tesouro Passado e Futuro".

O Espaço da Presidência no Second Life terá duas entradas:

Se é novo utilizador do Second Life, utilize este link para chegar à ilha de acolhimento Tagus. Esta é a ilha de nascimento em português e nela encontrará todo o apoio necessário para entrar neste mundo virtual.

Se já é utilizador do Second Life, a entrada será efectuada através deste link, que o levará directamente ao Espaço da Presidência da República.

Em todo o Espaço, haverá um grupo de voluntários constituído por portugueses, residentes nos quatro cantos do mundo, assim como nos países de Língua Oficial Portuguesa que o vão acompanhar, ajudar e explicar aos visitantes os significados do espaço.
Caso não consiga entrar pode sempre visionar aqui:


2009-06-08

Resultados - Europeias 2009

Clique para aumentar

Pode ser que me engane mas isto não augura nada de bom para as autárquicas, aqui neste nosso concelho. O PS levou uma tareia tal que vai demorar tempo a (re)compôr. Com a lentidão e quantidade de problemas que o staff da candidatura do PS consegue arranjar, o José Carlos Alexandrino está "tramado".

2009-05-30

A "nossa" reeleição - Parte VI

EMPREITADA DE RECTIFICAÇÃO E PAVIMENTAÇÃO DA E.M. 509 - NOGUEIRA DO CRAVO/OLIVEIRA DO HOSPITAL

A Câmara Municipal, em reunião ordinária realizada no dia 22 de Maio do corrente ano, deliberou, por todos os membros presentes, a aprovação do projecto, caderno de encargos, programa de concurso e abertura de procedimento da empreitada de "Rectificação e pavimentação da E.M. 509 - Nogueira do Cravo / Aldeia de Nogueira / Oliveira do Hospital".

A estimativa orçamental ascende a 1.216.000,00 €, acrescido de IVA à taxa legal em vigor, e tem um prazo de execução de 180 dias.

Retirado de : http://www.cm-oliveiradohospital.pt/
Município de Oliveira do Hospital

A "nossa" reeleição - Parte V

REQUALIFICAÇÃO URBANÍSTICA DO LARGO RIBEIRO DO AMARAL E ARRUAMENTOS ADJACENTES - ALTERAÇÕES DE TRÂNSITO

Informam-se todos os munícipes e demais interessados que a partir da próxima segunda-feira, dia 1 de Junho, em virtude da empreitada de Requalificação Urbanística do Largo Ribeiro do Amaral e requalificação da Av. 5 de Outubro, da Rua General Santos Costa e Rua Prof. Antunes Varela, em Oliveira do Hospital, se vão efectuar as seguintes alterações:

1 – Será interdito o trânsito e estacionamento na Rua General Santos Costa (desde a Caixa Geral de Depósitos até ao Serviço Local de Segurança Social), apenas sendo possível o acesso pedonal e de viaturas em situações de emergência;

2 – A Travessa Adelino Gonçalves apenas permitirá o acesso local a residentes e à EPTOLIVA, sendo que a saída se efectuará para a Avenida 5 de Outubro, no sentido do Largo Ribeiro do Amaral. Apela-se à compreensão de todos no sentido de serem minimizados os efeitos dos eventuais constrangimentos resultantes das modificações implementadas.

Município de Oliveira do Hospital

Música varrida da rádio

É mais conhecida por “Sr. Engenheiro” e tornou-se uma das faixas mais cantadas do último disco dos Xutos & Pontapés. Mas só passou uma única vez numa rádio nacional, a Antena 3.

Zé Pedro, guitarrista dos Xutos, diz que “parece um complô”.

Quem conhecer a discografia dos Xutos & Pontapés sabe que o cariz de intervenção e alerta social marcaram sempre presença nas letras das músicas. Aproveitem para trocar "Sr. Engenheiro" por "Sr. Professor" e vão ver como esta música se pode adequar, quase na perfeição, a Oliveira do Hospital.


2009-05-20

Mais "encomendas"

Clique para aumentar

A nível local, como sempre em ano de eleições, abrem-se os cordões à bolsa e cresce o regabofe, suspendem-se opções racionais com custos eleitorais, tapam-se buracos para ninguém andar descontente, arranjam-se uns empregos a mais uns amigos assegurando empenho na campanha, lançam-se projectos sem financiamento assegurado, iniciam-se obras de todo o género… enfim.

Dizem-me que isso era antigamente, que agora já não é assim… e rio-me! 

Agora, de facto, já não é bem assim, é tudo feito de forma mais refinada e profissional, para evitar a critica de eleitoralismo. Mas as "obras" de época eleitoral continuam a ser feitas e asseguram muitos votos a quem está no poder. Vá-se lá perceber porquê...

2009-05-10

As "encomendas"

clique para aumentar, sff

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital adjudicou a compra de cerca de 150.000 € (cerca de 30.000 contos, na moeda antiga) para pavimentação com cubos de granito. Mesmo em tempo de eleições e com a necessidade, que se nota cada vez mais, de garantir a recolocação na "Casa Branca" convenhamos que são demasiados calhaus. Se a estes juntarmos todos os outros que por aí andam, não augura nada de bom para o concelho.

2009-05-09

Reabertura EB Galizes

Segundo noticia da RR, as aulas na Escola Básica do 1º Ciclo, de Galizes, recomeçam na próxima segunda-feira.

Três semanas depois de uma parte do tecto de uma sala de aulas ter vindo abaixo, reiniciam-se na segunda-feira as aulas na Escola Básica do 1º ciclo de Galizes, concelho de Oliveira do Hospital.

As obras foram feitas e o problema parece estar resolvido.Isso mesmo garante o presidente do agrupamento de escolas de oliveira do hospital, Luís Ângelo.“Já me desloquei ao local, já verifiquei que estão reunidas todas as condições de segurança e higiene necessárias e as salas de aula, neste momento, reúnem todas as condições”, disse.

Retirado de http://www.rr.pt/

2009-05-07

Autárquicas 2009


O Campeão das Províncias Online avança, na sua edição de hoje, a noticia de que o PSD já tem candidatos às lideranças das câmaras municipais do distrito de Coimbra cujos presidentes foram eleitos, em 2005, pelo Partido Socialista.  

Sónia Vidal, professora do ensino secundário, é a candidata com que os social-democratas procurarão reconquistar a presidência da Câmara Municipal de Soure. Jorge Veigas (Tábua), Rocha de Almeida (Mira), Filipe Soares (Lousã), Diamantino Garcia (Góis) e Vasco Figueira (Condeixa-a-Nova) são os restantes candidatos com que os social-democratas aspiram a destronar o PS.

O PSD conta recandidatar a quase totalidade dos presidentes das câmaras municipais do distrito de Coimbra (11) com que saiu vitorioso em 2005. Uma das excepções entre os eleitos social-democratas, porventura a única, reporta a Pampilhosa da Serra, onde Hermano Gouveia cedeu o lugar a José Brito.

Figueira da Foz e Oliveira do Hospital representam ainda incógnitas no elenco de candidatos do PSD, tal como Lousã no campo socialista.

Pacíficas são as recandidaturas dos social-democratas Carlos Encarnação (Coimbra), Ricardo Alves (Arganil), João Moura (Cantanhede), Fátima Ramos (Miranda do Corvo), Luís Leal (Montemor-o-Velho), Maurício Marques (Penacova), Jaime Soares (Poiares) e Paulo Júlio (Penela).

Isto ainda vai gerar muita confusão aqui pelo concelho, ainda vai haver muita noite mal dormida, muito sapo a engolir. Quem cá estiver verá.

2009-05-04

Parabéns ARCED

Escreveu-se mais uma memorável página no ainda curto historial desta Associação / Escola de Futebol, ao vencer o 4º Campeonato em 6 anos de participação nos Campeonatos Distritais da Associação de Futebol de Coimbra.

A ARCED é, sem qualquer dúvida, uma Associação que leva bem longe o nome de Oliveira do Hospital mas que, inexplicavelmente (ou talvez não), se vê impedida de contar com o apoio do Município de Oliveira do Hospital. São os frutos dos tempos e da mentalidade em que vivemos.

Na minha opinião, uma das alternativas ao cheque eleitoralista e partidarizável, passa por a Câmara Municipal disponibilizar apoios e condições locais para que os produtos culturais e a prestação de serviços sociais, recreativos e desportivos sejam a fonte de receita fundamental para as associações. Passa ainda por definir quais os critérios de atribuição dos seus subsídios Sem dúvida alguma que a ARCED estaria no topo desses critérios.

Propostas não faltam: a formação, as infra-estruturas e os equipamentos para uso comunitário, a organização de projectos inter-associativos, a promoção da imagem externa, o incentivo à criatividade e à inovação, a disponibilização de serviços internos da autarquia e o seu envolvimento nos projectos relevantes, em particular quando resultam da cooperação e da parceria.

Infelizmente para o concelho de Oliveira do Hospital, o caminho desta Autarquia é outro.

Parabéns à ARCED. São estes os novos CAMPEÕES:

Rafael Gomes, Guilherme Dantas, João Francisco, Daniel Correia, João Pereira, Afonso Rogeira, Francisco Campos, Ruben Gonçalves, Rodrigo Caldeira, Tiago Dinis, Ricardo Duarte, João Pais, João Damião, Filipe Lourenço, João Garcia, Francisco Duarte, Diogo Marques, Tiago Marques, João Caseiro, Rodrigo Pais, José Miranda e João Oliveira.